Skip to content

O que ela aprendeu em Iracambi

Olá! Meu nome é Vitória e tenho 18 anos.

Moro em Rosário da Limeira há 10 anos. Nós nos mudamos para cá quando eu tinha 7 anos, e antes disso eu morava perto no distrito de Belisário, de onde veio a família do meu pai.

Minha relação com Iracambi começou através da minha família, todos muito ligados ao meio ambiente.  A primeira vez que vim a Iracambi fui andando a pé até lá e, logo depois, uns caras de Iracambi apareceram na minha escola e fizeram uma apresentação sobre o centro de pesquisa. E isso despertou meu interesse mais uma vez! 

Então resolvi voltar lá para saber mais, e um dia no Instagram vi que estavam dando um curso online de Educação Ambiental. Eu sempre amei a natureza e conectá-la com as crianças parecia lindo para mim. Então, durante a pandemia, em janeiro de 2022, me inscrevi no curso online e passei um mês aprendendo a ensinar as crianças sobre meio ambiente por meio da brincadeira. Adorei a forma como o curso foi estruturado, teve alguns professores com formação em teatro que me ajudaram muito a me conhecer melhor, melhorar minha forma de me comunicar e superar minha timidez. Teve muita dinâmica legal nesse curso!

Eu não queria parar por aí, e meu fascínio por Iracambi me levou a me inscrever no curso Eco Líderes. Cerca de 20 potenciais participantes – todos adolescentes – apresentaram seus motivos para querer participar do curso de cinco meses e o que esperavam aprender. E eu fui entre os sortudos escolhidos! Cada mês concentramos em um tema diferente: sol, água, flora, fauna e minerais. As quatro horas semanais que passamos em Iracambi nunca são enfadonhas: fazemos trekking, aprendemos sobre plantas medicinais e óleos essenciais, fazemos nossos próprios sabonetes e muito mais.

Acho que lutar pela causa do reflorestamento é muito importante nos dias de hoje, e temos que estimular a população local a valorizar a floresta – que é exatamente o que Iracambi está fazendo. E, como bônus extra, Iracambi me permite conhecer pessoas de diferentes culturas e origens.

Então, qual é o meu segredo? Agora entendo melhor a importância da água, do solo e da luz do sol e como podemos agregar valor às florestas. É isso que falta, porque as pessoas não têm a consciência nem o entendimento. Então é isso que precisamos mudar!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Descubra mais

A Floresta Encantada

A Floresta Encantada Olá! Meu nome é Maria Eduarda, moro em Ubá, e queria contar um pouco sobre a visita que fiz

Comments are closed for this article!