Skip to content

Conheça Paola

Olá Mundo!

Meu nome é Paola e sou uma jovem estudante italiana atualmente matriculada na Universidade de Bolonha no curso de mestrado em Ecologia de Mudanças Globais e ODS. Sempre me fascinou a relação dos organismos com o ambiente em que vivem, até porque esta ligação é extremamente dinâmica e plástica, permitindo aos seres vivos evoluir, sofrer mutações e adaptar-se a contextos caracterizados por mudanças globais cada vez mais rápidas.

A minha forte curiosidade e sensibilidade cultivaram o meu interesse pela biodiversidade que caracteriza o nosso planeta, e o meu otimismo louco faz-me querer lutar contra a sua destruição.

Foi isso que me trouxe aqui, a Iracambi, onde desenvolvo o primeiro projeto de pesquisa que servirá de base para minha dissertação de mestrado, com a ajuda do meu orientador, o professor Roberto Cazzolla Gatti.

O projeto consiste em monitorar a biodiversidade da Mata Atlântica sob diferentes tipos de manejo, usando como proxy a diversidade arbórea e mamífera.  Os dados serão coletados, respectivamente, por meio de parcelas florestais e armadilhas fotográficas.

Na Fazenda Iracambi, podemos identificar 4 tipos principais de manejo florestal: plantações de eucalipto, áreas de enriquecimento de plantio com espécies nativas (plantadas em 1990 e novamente em 2005), floresta secundária com menos de 40 anos e floresta antiga que foi submetido a corte seletivo. Além desses quatro tipos de manejo, estou levando em consideração outra variável: as diferenças de altitude.

Para entender melhor como diferentes manejos influenciam a biodiversidade e a biomassa florestal, estou usando uma área de floresta primária fora de Iracambi como base de comparação. E temos certeza que o que vai sair dessa pesquisa é o grande potencial de restauração da biodiversidade florestal nessas diferentes áreas florestais.

Além da vida útil deste estudo, nossa ideia é manter este protocolo de monitoramento ao longo do tempo, integrando-o ao monitoramento do solo, da água e da qualidade do ar, para realmente entender a direção que os esforços de reflorestamento de Iracambi estão tomando. Planejamos usar o estudo para nos ajudar a desenvolver corredores ecológicos e áreas protegidas, tudo com o objetivo final de “tornar a Mata Atlântica grande novamente”.

Estou em Iracambi há apenas algumas semanas, mas já me apaixonei pelo lugar e por seu povo gentil e generoso. E você acredita que esta é a minha primeira vez fora da Europa?

Fico empolgado com tudo que vejo porque tudo é novo: natureza, pessoas e lugares. Antes de vir para cá, ocasionalmente pude experimentar a natureza em todo o seu poder, mas aqui eu a sinto todos os dias. Posso sentir a energia dessa diversidade explodindo novamente em um lugar onde foi destruída anteriormente.

Vivemos numa época em que a presença humana na terra tem um impacto enorme e relevante, e o meu maior desejo é fazer parte de uma sociedade que contribua ativamente para a sua mitigação, com a ideia de formar não só uma comunidade científica, mas também uma comunidade social que seja igualmente resiliente aos desafios destes tempos.

Procuro diariamente fazer a minha parte, cumprindo a minha missão e tentando minimizar ao máximo o meu impacto ambiental. No entanto, cheguei ao ponto em que isso por si só não é mais suficiente para mim. Preciso desempenhar um papel que permita que minhas ações tenham um impacto relevante no mundo e transforme minha missão em minha carreira.

Estar aqui, em um lugar com tantas possibilidades incríveis, cercado por pessoas que compartilham meus ideais e aspirações, me faz sentir positivo e esperançoso e estou convencido de que, para mim, este é o caminho a seguir, mesmo que eu esteja apenas no começo. 

Com abraços fortes da floresta tropical,

Paola

PS: Em breve farei o upload dos resultados da minha pesquisa, portanto, fiquem atentos!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Descubra mais

A Floresta Encantada

A Floresta Encantada Olá! Meu nome é Maria Eduarda, moro em Ubá, e queria contar um pouco sobre a visita que fiz

Comments are closed for this article!